Close

20 de janeiro de 2015

Tenho 130 anos

velho

 

Tenho 130 anos e estou muito cansado.

Levo um peso nos ombros e ele dói.

É por isso que ando curvado,

não por ter 130 anos.

 

Ter 130 anos é nada,

o que minhas retinas contemplaram é tudo,

assim como é tudo o que minhas mãos tocaram,

a terra em que depositei meus pés descalços,

os corpos que meu corpo abraçou,

as palavras que minha boca pronunciou

ou calou.

 

Tudo isso pesa em meus ombros

e faz com que meus passos sejam lentos

– mas para onde ainda quero ir?

Não basta ter 130 anos e já ter ido a todos os lugares,

aos mais distantes e escondidos,

aos mais belos e impenetráveis recantos do universo?

 

Não quero mais ir a lugar nenhum!

Porque já tenho 130 anos,

levo um peso nos ombros e ele dói,

e eu estou muito cansado.

 




Tags:

20 de janeiro de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Poesia 130 anos

              
            
  1.     
                        
              
            
                

Deixe um comentário