Close

1 de outubro de 2014

Tomando liberdades

Há uns dias resolvi tomar algumas liberdades. Umas, bebi de um gole só; outras, fui saboreando gole a gole, apreciando o gosto do líquido descendo pela garganta. Saciada minha sede de vontades e arbítrio, comecei a sentir que do meu corpo brotavam gestos espontâneos e desejos de dançar, minha boca soltava palavras que eu nunca pronunciara antes e meu cérebro engendrava planos e projetos inexequíveis. Lá no bar, abarrotado de poetas, cantores, artistas de circo e loucos de todos os matizes –  todos tomando liberdades -, a alegria era transbordante. Do lado de fora, a multidão se acotovelava para apreciar o espetáculo.




Tags:

1 de outubro de 2014 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Prosa Poética liberdades

               
              
            
                

Deixe um comentário