Close

5 de abril de 2017

Um bom motivo

Quando a vida lhe soprou no ouvido, pela enésima vez, que ele devia plantar cebolas, o caboclo Indalécio passou a mão no rosto e expulsou de lá o suor e a dor do amor acabado. Queria chorar a tristeza que corroía seu coração apaixonado, mas a garganta estava seca, assim como seus olhos. Resolveu ouvir a voz da vida. Com decisão, foi buscar informação e conhecimento. Depois fez do terreno atrás do seu casebre o prolongamento de seus braços e cavou até cair rendido. Semeou, adubou, regou e arrancou as ervas daninhas que insistiam em envenenar a sua plantação. E se sentou em silêncio para apreciar os frutos de seu trabalho — não me chamo Indalécio se essas não forem as melhores cebolas da região. No tempo certo, aviou-se e foi ele mesmo colher, classificar, ensacar, armazenar e cortar suas cebolas para a venda. Ali estava ele, facão na mão, quando a vida, de novo, apareceu para lhe dizer que agora sim, se tivesse que chorar, que fosse por um bom motivo.

 




Tags:, ,

5 de abril de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos cebolas, chorar, motivo

               
              
            
                

Deixe um comentário