Close

8 de dezembro de 2014

Uma solidão de cem anos

casal-do-sol_2396552

 

 

Vínhamos ambos de uma solidão de cem anos. Nosso primeiro encontro foi numa livraria, na frente de uma estante. Juntos estendemos o braço para alcançar o mesmo livro e entendemos que isso era um sinal. Lemos o prólogo ao mesmo tempo e entrelaçamos nossas mãos entre “as vinte casas de barro e taquara”. Eu a protegi quando “choveu quatro anos, onze meses e dois dias” e nos beijamos ao descobrir que “o mundo era tão recente que muitas coisas ainda nem tinham nome”. Desde então decidimos fundar nossa Macondo particular “à margem de um rio de águas cristalinas que se precipitavam por um leito de pedras polidas, brancas e enormes como ovos pré-históricos”. Para trás ficou a solidão de cem anos.

 

 




Tags:, , , ,
               
              
            
                

Deixe um comentário