Close

9 de julho de 2021

O beijo

— Faz assim, Manquitola: chegue por trás da Bia, sem fazer barulho. Aí, com ela desprevenida, fica fácil roubar o beijo. Você beija e sai correndo, não tem como errar.

— Tem certeza? Mas eu não posso correr muito rápido, minha bota ortopédica é muito pesada.

— Então faz o seguinte, ó, bobão: você rouba o beijo e fica parado, olhando pra ela. Mas olhando direto no olho, sem desviar.

— Isso também não vai ser fácil. Não tá vendo estes óculos de fundo de garrafa na minha cara? Eu sou vesgo, ela nem vai saber pra que lado eu tô olhando. Não vai dar certo.

— Bom, pra mim deu certo. Beijei e fiquei ali parado, olhando pra ela. Ela ficou sem jeito, mas parece que gostou.

— Ah, claro, né, porque você beijou ela na nuca, isso não vale. Eu quero é beijo na boca, como nos filmes. Abrir bem os lábios, mexer a língua…

— O quê? Para, para! Beijo na boca? De língua? Tá louco? E você vai passar a língua naquele aparelho de arame que a Bia usa nos dentes? Tô fora, mano, que nojo!

 




Tags:, , , , ,