Close

14 de outubro de 2020

Um gerânio, às vezes

Dizem que o silêncio absoluto não existe. Que, se alguém ficasse preso numa câmara anecoica, isolado de todo ruído, começaria a escutar a própria respiração. Que, se deixasse de respirar por um momento, passaria a escutar a batida do coração. E que, se prestasse atenção ao intervalo entre a sístole e a diástole, ouviria o correr intermitente do sangue nas veias. O que seria, então, o silêncio absoluto?

Quando uma criança deixa de chorar de fome, cresce um gerânio em algum jardim.

 




Tags:, , , , ,